sexta-feira, 26 de abril de 2013

O país dos nomes poéticos

O país dos nomes poéticos:
Faltam poucos dias para saír do Laos. Fui rumando a sul, vagarosamente, ao sabor da descoberta e ao ritmo dos vagarosos autocarros. Estou a chegar a Don Det, uma pequena ilha no meio do rio Mekong.
Don Det não é uma ilha isolada no rio. Faz parte de um arquipélago que se estende até ao momento em que o Mekong se despede do Laos e entra Cambodja dentro. Chama-se este arquipélago as 4.000 ilhas.
Atente-se bem no nome: 4.000 ilhas. São muitas mas poderão não ser tantas ou mesmo ultrapassar este número. Não é isso que está em causa. O que conta aqui é a poética do nome. Quatro mil ilhas é um belo nome; a mais bela das designações para um arquipélago.
E o Laos é o país que já foi o reino do Milhão de Elefantes.
Há uma evidente veia poética neste povo de hábitos calmos, que parece ter todo o tempo do mundo para executar a mais trivial das tarefas e que adora deitar-se em largas camas de madeira ao ar livre à espera que o sol dê uma trégua.
********************************************************************************************
Este site me leva a lugares inimagináveis.....
Site: Do Cabo da Roca a Vladivostok
Sonia Maria
Atom


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários que contribuam para melhorar o BLOG,Mensagens similares,voltadas para o bem-estar humano.
paz,unidade,educacao,cidadania,familia,espiritualidade,direitoshumanos,bahai