quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Magreza das celebridades afeta relação das meninas com o próprio corpo

Magreza das celebridades afeta relação das meninas com o próprio corpo: "
Crianças citam modelos, atrizes e apresentadoras infantis como modelos de beleza Há apenas uma década, ossos aparentes e pernas finas eram sinais de saúde frágil e, possivelmente, um distúrbio alimentar. Hoje, a magreza é desejada por nove entre dez mulheres e já começa afetar profundamente a relação das meninas com o próprio corpo. Um estudo feito pelo médico britânico Aric Sigman mostra que as internações por anorexia e bulimia aumentaram 80% na Inglaterra nos últimos dez anos. E, cada vez mais, o problema atinge crianças e pré-adolescentes. Uma pesquisa feita pela revista especializada 'British Journal of Developmental Psychology' mostra que quase metade das meninas com idades entre 3 e 6 anos se preocupam com o peso e tem medo de engordar. Sigman afirma que elas quase sempre citam modelos, atrizes e apresentadoras infantis como modelos de beleza. A tendência, para o médico, é preocupante, já que a exposição regular a mulheres magras demais pode mudar o cérebro das crianças e das adolescentes, deixando-as mais propensas a ter algum distúrbio alimentar. — Como pai de meninas, me preocupo muito com o tipo de exemplo que estamos dando às nossas filhas. Dou aula e trabalho com mulheres racionais e inteligentes que estão cada vez mais obcecadas com a aparência. Isto já está virando questão de saúde pública. Apenas 40% das mulheres que desenvolvem anorexia ou bulimia se recuperam totalmente. Em um estudo feito pela Universidade de Utah, nos Estados Unidos, cientistas puderam perceber que o cérebro de uma mulher ficava alterado ao ver fotos de outras mulheres extremamente magras. O córtex pré-frontal, que regula as emoções, ficava superestimulado, aumentando a sensação de tristeza e ansiedade. Outro, feito pela Universidade de Harvard, mostrou o impacto da televisão na autoestima das meninas. Quanto mais elas viam televisão, mais faziam dieta e se diziam insatisfeitas com o próprio corpo. donna


Matéria excelente  do BLOG http://anjoseguerreiros.blogspot.com/2010/10/magreza-das-celebridades-afeta-relação-das-meninas-com o próprio-corpo..
"Celebridades"- necessitamos desfazer este valores na vida de pessoas que para mim não são célébres em que?
Celebridade :, essa expressão sempre foi usado para referir-se a indivíduos que xontribuíram para o crescimento e desenvolvimento da sociedadde..
Uso indiscriminado utilizado pela mídia de maneira superficial atualmente.
Nota: Ontem comprei a Revista Manequim, e fiquei assustada com as imagens das mulheres postadas na Revista.: Lânguidas,  pernas e braços finos mesmo..Parecem corpos assexuados.melancolicas, olhar vazio, sem alegria. Horrível  mesmo. Não comprarei mais a Revista se continuar adotando este padrão.esta estereotipia de mulheres. Péssima idéia e estimula ainda mais esta situação de magreza. O que se pretende com esta onda de magricelas? Tornar as mulheres frágeis, feias, desnutridas? Uma imagem sem vida realmente.
Sõnia
Quem está lucrando com isso?
Sõnia-Londrina 2010.
Sõnia
"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários que contribuam para melhorar o BLOG,Mensagens similares,voltadas para o bem-estar humano.
paz,unidade,educacao,cidadania,familia,espiritualidade,direitoshumanos,bahai